quarta-feira, 7 de outubro de 2009

.: O Senhor das Sesmarias:.

Hoje te alegraste, e eu também. Com dificuldades foste ao nosso portal.
A velha e linda Fazenda da Raia. Lá encontraste o teu trabalho florescido, fortificado pela alma generosa de nosso pequeno-grande homem que aos 17 anos te assume em todas as instâncias.
Hoje, estendeste teu olhar pelos campos verdes,e compreendeste muito do que te dizia há anos atrás meu Bugre.E tenhas certeza, ancoramos nossa força. Trazemos no peito ainda a esperança. esta mesmo que nos envelhece de esperas, e nos deixa assim.





Como quem quer desafiar o tempo e suas armadilhas......



Os olhos de ontem ganharam vida na experiência, na paciência cotidiana que desenvolvemos.
O vazio é contemplado num respirar mais lento,mais próprio.Sabemos.Já não soluço mais.
Aprendi com o tempo a enquadrar meu olhar às coisas do caleidoscópio da vida. Esta que escorre lenta
e placidamente por entre o vão dos dedos. Se sôo tristeza podes estar enganado..é a amplitude que me faz assim. A amplitude do olhar que hoje carrego comigo vendo muito mais, muito mais longe e sentindo que a responsabilidade a cada piscar se torna mais refinada.

Brota em mim a natureza toda apesar deste frio fora de época. Em meu olhar além dos campos, do verde ,da imensidão dos céus e das águas claras dos rios, brota a maturidade.Mesmo que o monstro tente nos engolir... o venceremos pelo cansaço. O tempo não sabe esperar. Nós aprendemos isso.



Informação: Controle do excesso de saliva na Esclerose Lateral Amiotrófica - E.L.A.

O excesso de saliva pode ser um dos sintomas mais frustrantes para o paciente em tratamento de esclerose lateral amiotrófica.Por isso, é muito importante que o próprio paciente e seus familiares se conscientizem de que esse sintoma pode ser controlado, sem que interfira na qualidade de tratamento da doença.
Os pacientes com ELA tendem a produzir mais saliva?O que acontece é que os pacientes com problemas de deglutição aparentam produzir saliva em excesso. O fato é que eles podem não estar aumentando a produção de saliva, mas a saliva permanece na boca por causa da incapacidade de ser engolida.
O excesso de saliva pode pôr em risco a vida do paciente com ELA?Sim, porque o excesso de saliva freqüentemente causa engasgo, especialmente nas refeições, quando a secreção de saliva aumenta e a possibilidade de aspiração se torna maior.
Como podemos controlar o excesso de saliva?Na fase inicial da doença, o excesso de salivação pode ser controlado simplesmente pela consciência do problema e por um esforço consciente em deglutir a saliva ou removê-la com lenços de papel.
O tipo de alimentação influencia nisso?O controle na ingestão de certos alimentos pode amenizar a produção de saliva. É o caso de alimentos muito doces ou ácidos que causam hipersecreção. De acordo com o caso, pode-se também aumentar ou reduzir os alimentos com uma concentração elevada de água ou líquido.
O que fazer quando o excesso de saliva se transforma em obstáculo?Uma medida útil é dispor em casa de uma máquina de sucção portátil e operada por bateria. Outra possibilidade é a de seu médico prescrever medicamentos para controlar o excesso de saliva. Se um medicamento isolado não funcionar, ele pode prescrever uma combinação deles. Os efeitos colaterais mais comuns dessas drogas são sedação leve, tontura, dificuldade de urinar e taquicardia. Mas não se esqueça: converse sempre com seu médico sobre os medicamentos que podem ser úteis para você.
FONTE: www.tudosobreela.com.br


4 comentários:

clarice ge disse...

Que lugar lindo, que fotos lindas, que pessoas lindas.
Amor se traduz? Sim, Bugra e seus Bugres o traduzem.
bjs

Lilian disse...

Laurentina...

Valéria C. disse...

eu queria viver um amor assim... que nas adversidades se traduz em... mais amor!
minha mãe viveu um amor assim e eu vivi um amor assim por ela...
beijo em vocês.

Fabian disse...

Tive de dar uma respirada bem fundo, tamanha a saudade que me deu de vocês ao ver essas fotos e pensar nas tuas palavras Bugra. Estou sempre vocês. Fiquem com Deus.